Inteligência artificial simula Copa do Mundo 1 milhão de vezes e acha vencedor

O Goldman Sachs, um dos maiores bancos do mundo, simulou 1 milhão de variações possíveis para calcular a probabilidade de cada seleção avançar na Copa do Mundo de 2018 e até mesmo para prever o vencedor do torneio, que começará no dia 14 de junho. O grupo utilizou machine learning para executar 200 mil modelos, extraindo dados sobre atributos individuais de jogadores e de equipes, para ajudar a prever pontuações específicas de partidas.

O torneio abaixo mostra o que o Goldman prevê sobre a Copa do Mundo. Os números ao lado de cada seleção – que determinam se eles avançam sobre seu oponente – representam o número de gols previstos e não arredondados marcados em cada possível jogo do torneio, com base nos resultados aplicados a inúmeros cenários utilizando machine learning.

“Somos atraídos pelos modelos de machine learning porque eles podem filtrar um grande número de possíveis variáveis ??explicativas para produzir previsões mais precisas do que as alternativas convencionais”, escreveu um grupo do Goldman em uma nota de cliente.

As principais conclusões do Goldman sobre a Copa do Mundo

De acordo com o Goldman, o Brasil conquistará o seu sexto título da Copa do Mundo, derrotando a Alemanha na final, sendo que a média de gols por simulação do Brasil foi de 1,70, enquanto a Alemanha só marcava 1,41 por simulação. Contudo, a França tem melhores chances de conquistar o troféu do que a Alemanha, mas o esperado encontro com o Brasil nas semifinais eliminará a seleção da disputa pelo título. Portugal deve ter grandes chances de derrotar a Alemanha na semi.

A Inglaterra deve chegar às quartas-de-final e, de acordo com o Goldman, a seleção perderá para a Alemanha. Por outro lado, grandes seleções, como Espanha e Argentina, devem apresentar um desempenho abaixo do esperado, ambos perdendo nas quartas-de-final

Já a Rússia, apesar do seu papel como anfitrião da Copa do Mundo, não deve passar da fase de grupos. De acordo com o Goldman, quem passará da fase de grupos no lugar da Rússia será a Arábia Saudita.

Mesmo com tudo estabelecido, o futebol continua sendo um esporte altamente imprevisível, com muito mais variáveis ??em jogo do que o Goldman poderia avaliar. Devido a isso, os autores do relatório oferecem este aviso no final: “Capturamos cuidadosamente a natureza estocástica do torneio usando métodos estatísticos de última geração e consideramos muitas informações ao fazê-lo”, disseram eles. “Mas as previsões permanecem altamente incertas, mesmo com as mais sofisticadas técnicas estatísticas, simplesmente porque o futebol é um jogo imprevisível. É claro que é exatamente por isso que a Copa do Mundo será tão emocionante de assistir.”

(FONTE: Isabella Câmara é repórter do StartSe.)

 

LEAVE A COMMENT


Fatal error: Call to undefined function blanaceTags() in /home/bidobrasil/www/wp-content/themes/studentwp/includes/library/functions.php on line 569