Business Intelligence: conheça as 7 principais ferramentas

As ferramentas de Business Intelligence mais conhecidas do mercado chegaram a essa posição graças às suas qualidades analíticas. Do Qlik Sense ao Power BI, todas elas trazem recursos muito bons, mas que têm características que são prioridades específicas de cada tipo de negócio.

No artigo de hoje vamos explorar as principais ferramentas de Business Intelligence, um recurso que ajuda empresas de todos os tamanhos a utilizar o poder dos dados que possuem para tomar decisões corporativas mais eficazes, se diferenciar dos concorrentes e encontrar oportunidades de negócio. Vamos lá?

1. Qlik Sense

O Qlik Sense é uma ferramenta rápida e intuitiva de Business Intelligence que gera reports personalizados para os seus clientes. Os seus dashboards detalhados são atualizados em tempo real com as informações que constam nos sistemas e isso transforma a visualização de dados das empresas, principalmente aquelas que ainda utilizam amplamente recursos como o Excel.

Entre os seus principais benefícios temos o Qlik como uma ferramenta de entrada no mundo do BI na qual é possível obter grandes resultados. O recurso analisa milhares de dados simultaneamente e pode ser manipulado com facilidade, apresentando opções como dashboards customizados e informações precisas para todos os processos empresariais, principalmente a tomada de decisões.

Funcionando com recursos clique-e-arraste, o Qlik conta também com uma busca inteligente, conexão rápida e segura a múltiplas fontes de dados e funções de Data Storytelling.

2. IBM Watson Analytics

A IBM é líder em inteligência artificial e é claro que o recurso da marca para Business Intelligence não poderia vir sem essa característica. O Watson Analytics tem como principal característica a construção de modelos preditivos, utilizados por várias empresas ao redor do mundo, em setores tão complexos quanto a logística.

Contudo, o Watson lida bem com todo tipo de dado complexo. Outro grande destaque dessa plataforma é a possibilidade de criar correlações e aumentar a segurança nos negócios, valendo-se de informações de acidentes no ambiente de trabalho e incorporando outras métricas relevantes.

IBM Watson Analytics é uma ferramenta mais avançada que o Qlik Sense e, por isso, mais apropriada para negócios que enfrentam problemas para lidar com bancos de dados maiores e mais elaborados. Por vezes uma solução pode não substituir a outra, mas, atuarem de forma complementares.

3. Microsoft Power BI

Entre todas as ferramentas de Business Intelligence citadas em nossa lista, nenhuma é tão popular quanto o Microsoft Power BI. Também pudera, ele é promovido com conexão automática aos serviços de armazenamento da Microsoft e é um dos recursos mais fáceis de se aprender a operar.

Embora o Microsoft Power BI se destaque pela integração com o Azure ele tem outras tantas características positivas, como o fato de ser operado na nuvem o que facilita muito sua gestão, armazenamento e controles relacionados a performance.

Simplicidade em sua interface e uma alta performance são efeitos esperados e não é preciso ser nenhum especialista em dados para utilizá-lo. É por isso que o Power BI se tornou tão popular e hoje figura tanto como uma ferramenta de entrada no Business Intelligence quanto um recurso apropriado para organizações mais maduras.

4. Google Data Studio

Para quem já estava sentindo falta da Google nesta lista temos o Data Studio, a ferramenta criada pela gigante da computação para administrar o Big Data e obter dados de Inteligência de Mercado. Provavelmente o maior dos diferenciais do Data Studio é que ele é gratuito e ilimitado, o que permite que muitas organizações que dispõem de menos recursos ingressem no universo do BI.

Entre as vantagens principais, devemos destacar que o Data Studio é muito customizável, apresentando um canvas em branco para os seus usuários, que podem criar seus próprios dashboards ou utilizar templates desenvolvidos pelo Google.

A variedade dos dados que podem ser combinados na plataforma é outro destaque. Ela se conecta automaticamente com AdWords, Google Sheets, Analytics, MySQL, BigQuery e até a conta da sua marca no YouTube, para prover os melhores insights possíveis.

5. Tableau

Tableau, por outro lado, não é uma solução gratuita. Seus benefícios, todavia, fazem valer o investimento nesse que é um dos líderes no mercado de BI. As ferramentas de visualização de dados do Tableau são o seu maior destaque, porque processam computações complexas e realiza a mesclagem de dados com muita facilidade.

O recurso tem também como destaques a criação de visualizações interativas utilizando o clique-e-arraste e a rapidez com que pode ser operado. Mesmo processando uma quantidade enorme de variações o Tableau não trava ou atrasa o seu trabalho, o que faz dele muito confiável.

A experiência do usuário é outro ponto alto do Tableau, que permite que você customize a ferramenta para obter dela a maior produtividade. O uso de linguagens de programação como Python e R são outras vantagens que permitem processar tarefas em pacotes, em vez de fazê-las individualmente.

6. BIRT

O BIRT é um software open source, mas isso não significa que ele sempre seja gratuito. É que, embora o código fonte do BIRT esteja disponível para visualização e alteração, grande parte dos vendedores comercializam adaptações dele, preparadas para necessidades de negócios em particular.

BIRT é o acrônimo de Business Intelligence and Reporting Tools e faz parte do ecossistema Eclipse. Suas ferramentas de visualização são um pouco menos intuitivas que as dos demais softwares citados até aqui, mas os designs são gerados em XML, o que permite a compatibilidade com muitos outros sistemas.

Outro ponto positivo do BIRT são seus recursos avançados, tão úteis para quem quer apenas visualizar dados quanto para quem precisa desenvolver aplicações com eles.

7. Project BI

Por último, não poderíamos esquecer o Project BI. Focado na gestão de projetos, esse software tem como principal objetivo mostrar quais projetos oferecem os melhores retornos e devem receber mais investimentos e ampliação.

O Project BI concentra-se em visualizações que permitem ganhar conhecimento sobre como os recursos são geridos hoje na organização e acompanha também métricas financeiras, de RH e de benchmark para que as empresas consigam entender como melhorar sua gestão de projetos.

Pequenos e médios negócios ainda veem dificuldades em nivelar seus conhecimentos com os de grandes empresas. O fato de que muitos gestores acreditam que ferramentas de Business Intelligence são apropriadas apenas nos contextos de negócios de larga escala não é um fator que ajuda, pelo contrário, apenas impede essas organizações de investirem em recursos de alto ROI.

As ferramentas supracitadas são um grande investimento para empreendimentos de todos os portes, pois, são, em sua maioria, acessíveis e tem uma baixa curva de aprendizado.

Gostou de conhecer melhor as ferramentas de Business Intelligence presentes nesse artigo? Então, veja em nosso post como BI ajudou o Hospital das Clínicas de Porto Alegre a ganhar mais agilidade!

Translate »